23 de janeiro de 2013

O Porto visto do alto - VI

Sá da Bandeira teve uma vida longa e bem preenchida. Fidalgo, militar e político viveu num período conturbado do século XIX, prenhe de revoluções, golpes e contra-golpes. A rua que tem o seu nome homenageia este liberal que perdeu o braço direito em combate, durante o Cerco do Porto, no Alto da Bandeira, em Gaia, onde hoje fica a Rua Marquês de Sá da Bandeira e o Largo dos Aviadores.

A Rua de Sá da Bandeira foi aberta em quatro fases. A primeira para ligar a actual Praça da Liberdade à Rua do Bonjardim, em 1842. Em 1879 foi aberto o troço até à Rua Formosa, e só em 1911 chegou à Rua de Fernandes Tomás. A ligação à Rua de Gonçalo Cristóvão só ocorreu nos anos 40 do século passado.

A imagem mostra-nos o cruzamento da Rua de Sá da Bandeira, no Porto, com a Rua de Passos Manuel. Como curiosidade diga-se que Passos Manuel, outro reformador, foi ministro de um dos cinco governos formados por Sá da Bandeira entre 1836 e 1870.

21 de janeiro de 2013

O Porto visto do alto - V

Curiosamente esta é uma das ruas do Porto que nunca mudou de nome. Recebeu o de Passos Manuel, figura proeminente do início da monarquia constitucional, em Abril de 1877. A primeira parte da rua, entre Sá da Bandeira e Santa Catarina, foi aberta em terrenos doados à cidade por D. Antónia Ferreira, a Ferreirinha. Mais tarde, a rua foi prolongada até à Praça dos Poveiros. Na imagem destaca-se, emergindo do casario para o céu, a torre do Coliseu, inaugurado em 1941.

17 de janeiro de 2013

O Porto visto do alto - IV

Para além da vista do conjunto de alguns edifícios que caracterizam o centro do Porto esta imagem apresenta-nos uma curiosidade que é menos perceptível ao nível do solo: o traçado que a longa rua do Bonjardim tinha antes das demolições dos anos 40, que deram origem à Praça D. João I. A feliz ideia foi dos arquitectos que renovaram aquela praça em 2001, quando o Porto foi Capital Europeia da Cultura. Daqui para cima a rua continua estreita e tortuosa, seguindo a trajectória secular da estrada que ligava o Porto medieval à cidade de Guimarães.

3 de janeiro de 2013

Igreja de Santa Clara

A exuberância da encenação barroca (séc. XVIII) sobre uma estrutura gótica (séc. XV).