18 de março de 2008

Paisagem



(...)
Era a verdade e a força do mar largo,
Cuja voz, quando se quebra, sobe,
Era o regresso sem fim e a claridade
Das praias onde a direito o vento corre.

Sophia de Mello Breyner Andresen

15 comentários:

Lapa disse...

http://palcopiniao.blogspot.com/search/label/C%C3%82MARA%20MUNICIPAL%20DE%20COIMBRA%20URBANISMO

Tiagojcs disse...

Grande lembrança !

Neste chuvoso e cinzento dia fez-me sonhar

Duarte disse...

Que nos digam aos do Norte o som que tem a preia-mar.
Carlos, como sempre, uma fotografia cheia de equilíbrio...

Sonia disse...

Linda a foto e belo o poema!

Donagata disse...

Mais um miminho. Um belíssimo poema ilustrado por uma não menos bela fotografia. O Porto é lindo, mas quando visto pelos teus olhos...

Canseiroso disse...

E só a sul ninguém se lembra....

Alyne disse...

respira-se ao pulsar da areia arrastada pelo branco.

Sombr|A|rredia disse...

.. Já fazia falta posts novos
;)

th disse...

Tenho saudades do Porto,cidade, e tinha saudades do Porto visto pelos teus olhos...
Abraço, theodora

Anónimo disse...

É a loucura....fabuloso mesmo...não tenho palavras para descrever o talento deste "Senhor Romão"...
Que lindo o Porto através dos seus olhos...PARABÉNS.
Ainda um dia (quem sabe!?)há-de tomar uma bica com esta jovem de 60 anos..
Teresa Roldão

*j*o*a*n*i*n*h*a* disse...

Divulgação

No âmbito do "Concurso Cidades Criativas - uma reflexão crítica sobre o futuro das cidades portuguesas", os Invictus convidam toda a comunidade a participar num Sarau Cultural que vai decorrer no Salão Nobre da Escola Salesiana Colégio dos Órfãos do Porto denominado "O Porto como tema". Para o Sarau contamos já com a presença de vários poetas e músicos.

Em que data se realiza o evento?
Dia 5 de Abril, Sábado - às 21 horas.
Como chegar?
De autocarro: 206, 207, 800, 801, 401, 303, 305.
De metro: linhas: roxa, vermelha, azul e verde. Saída na estação do Campo 24 de Agosto.
A pé: Depois de chegar ao Campo 24 de Agosto desce a rua Duque de Saldanha até ao Largo Padre Baltazar Guedes.

cdgabinete disse...

Nos dias cinzentos no Porto, também a praia fica fica com uma luminosidade especial...

am.ma disse...

Descobri o seu blogue através de uma referência noutro (umjardimnodeserto.nireblog.com), a propósito da destruição das calçadas à portuguesa.
Devo dizer que gostei bastante, não só do postal a propósito da Avenida dos Aliados (que acho excelente), como do conjunto do blogue - parabéns!
(Para falar com toda a franqueza, só não me agrada nada ter de abrir as "cookies" para fazer comentários...)

João C. Santos disse...

Passei na procura de um novo post

Um abraço

MFerrer disse...

Volto sempre aqui com saudades desse Porto de casas surpreendentes e de gente acolhedora!
bem longe do que lhe querem colar.
Gosto!
MFerrer