31 de julho de 2012

O Douro internacional

O rio na região de Picote (acima) e a jusante da Barragem de Bemposta.

A jusante da barragem de Bemposta o rio Douro percorre o seu leito original por entre pequenas fragas, bosques ribeirinhos e praias arenosas. Este pequeno troço de cerca de dois quilómetros reconstitui a paisagem duriense que foi alterada há mais de trinta [cinquenta] anos, com a construção dos cinco grandes aproveitamentos hidroeléctricos do Douro internacional (Miranda do Douro [1960], Picote [1958], Bemposta [1964], [e as espanholas construídas no troço do rio reservado a Espanha] Aldeiadávila [1962] e Saucelhe [1956]).
Nesta ampla bacia hidrográfica as encostas assumem pendentes suaves e os penhascos são escassos, o que permitiu o desenvolvimento da actividade agrícola através do cultivo da vinha e do olival, donde se produzem vinho e azeite de excelente qualidade. A partir desta zona para sul o Douro assume novamente um vale mais encaixado por entre rudes e monumentais escarpas graníticas nas freguesias de Peredo de Bemposta, Ventozelo, Vilarinho dos Galegos e Bruçó.
(texto do ICNB)

2 comentários:

João Menéres disse...

Belas imagens, CARLOS !
A das arribas é verdadeiramente impressionante !

Um abraço.

mfc disse...

Que lindas imagens!
Que paisagem maravilhosa!