27 de fevereiro de 2015

As Estações de S. Bento

Partilham o nome e ambas são estações ferroviárias. Uma serve passageiros dos comboios urbanos e regionais que partem do Porto, a outra os da área metropolitana. Para além do nome e da partilha da localização na Praça de Almeida Garrett, têm mais em comum: foram projectadas por dois grandes nomes da arquitectura portuense, Marques da Silva - um homem que traçou muito do que o Porto é hoje - e Álvaro Siza Vieira - o arquitecto contemporâneo de renome mundial.

No tempo, estão separadas por um século. A primeira pedra da S. Bento dos comboios foi colocada em 1900 pelo chefe de estado de então, o rei D. Carlos, enquanto a estação da Linha Amarela do Metro do Porto veria a luz do dia já depois do fim do século, em 2005.

(prima para ver maior)

2 comentários:

João Menéres disse...

A ferroviária tem uma luz espantosa !
A do Metro tem ritmo.

Um abraço, Carlos.

Carlos Romao disse...

Certeiro, João Menéres.

Uma abraço.