23 de fevereiro de 2005

Um Alfarrabista na Rua das Flores



A livraria Chaminé da Mota, detentora de «algumas obras classificadas como raridade, para além de numerosos manuscritos de escritores portugueses consagrados».



Um pormenor interessante: entre curiosidades bibliográficas antigas está um mocho, símbolo da sabedoria pela capacidade de perscrutar na escuridão.

Fica aqui o convite para amanhã virarmos as costas a esta vitrina, elevarmos o olhar para a fachada da Igreja da Misericórdia, atravessarmos a estreita rua - mandada abrir por D. Manuel I no início do século XVI - e entrarmos no templo.

2 comentários:

Toze disse...

Excelente espaço Carlos , não só pelas Fotos mas também pela descrição que as faz acompanhar...vou estar atento . Abraço :)

Finurias / Toze
www.cagalhoum.blogspot.com
www.revelando.blogspot.com

microrocha disse...

encontrei agora este blog.
Ao ver esta foto e olhar para o dia, lembrei-me:
Passei por ti no preciso momento em que tiravas a fotografia.
Engraçado...
Fico à espera de mais.