29 de março de 2006

Agenda

Zona de Perda - Livro de Albas

A editora Objecto Cardíaco, criada recentemente por Valter Hugo Mãe em Vila do Conde, lançará o livro «Zona de Perda - Livro de Albas», de Pedro Sena-Lino, na próxima Sexta-Feira, às 19h30, no Palácio Galveias, ao Campo Pequeno, em Lisboa.

Pedro Sena-Lino é autor de cinco livros de poesia: «Constelação dos Antípodas» (2000); «as flores do son» (2002); «o ilimite verde - malcata - sete geografias» (2003); «biofagia» (2003); «deste lado da morte ninguém responde» (2005); e três de ensaio: «Natércia Freire» (2000); «Só a viagem responde - sobre Maria da Graça Freire» (2003); «Um promontório na sede» (no prelo).

Está representado em várias antologias em Portugal: «Anos 90 e Agora: uma antologia da nova poesia portuguesa» (2004); «Algarve: Todo o Mar» (2005); e no estrangeiro: «Neuf Poètes Portugais d'Aujourd'hui», Universidade de Montpellier (2005) e «Poesia Viva», Croácia, Mutants, (2005).

Pedro Sena-Lino é também crítico de poesia, colaborando no suplemento Mil Folhas, do jornal Público.


O Irmão dos Mabecos

Quem pôs alguma vez os pés em África fica com ela no corpo... sente-lhe o
sangue e a extrema solidão povoada de memórias... África, onde a memória pode ser memória de futuro...


A Livraria Almedina anuncia a apresentação do livro «O Irmão dos Mabecos», da autoria de Carlos Mota, com a publicação da editora Papiro. O evento realizar-se-á no dia 31 de Março, às 21h30, na Almedina do Arrábida Shopping.
Carlos Mota publicou, «António Sérgio, Pedagogo e Político» (Cadernos do Caos, Porto, 2000); «Breve História da Educação no Ocidente» (Cadernos do Caos, Porto, 2003); «20 Contos de Euros Macutas e Outras Quinhentas», com Paulo Silva (Cadernos do Caos, Porto, 2004) e «O Coronel» (Crónicas),(Ausência, V.N.Gaia, 2005).


A Ideia da Europa

A Europa é feita de cafetarias, de cafés. Estes vão da cafetaria preferida de Pessoa, em Lisboa, aos cafés de Odessa frequentados pelos gangsters de Isaac Babel. Vão dos cafés de Copenhaga, onde Kierkegaard passava nos seus passeios concentrados, aos balcões de Palermo. [...] Desenhe-se o mapa das cafetarias e obter-se-á um dos marcadores essenciais da ideia de Europa.
George Steiner



Ainda na Livraria Almedina, no Arrábida Shopping, mas a 1 de Abril, às 21h30, terá lugar o colóquio de Relações Internacionais «A Ideia da Europa», com a presença dos professores doutores Fernando de Sousa, Milan Rados e José Pedro Teixeira Fernandes.

Sem desprimor para com os outros professores convidados para o colóquio, eu que fui aluno de Milan Rados, devo dizer que vale a pena ouvi-lo.
Milan Rados nasceu na Bósnia-Herzegovina. Obteve a Licenciatura em língua Servo-Croata e Literatura Jugoslava na cidade de Belgrado.
Iniciou a sua actividade profissional como jornalista, tendo desempenhado essa função em diversos órgãos de comunicação social da ex-Jugoslávia. Em 1997, publicou o dicionário Servo-croata - Português, Português - Servo-croata.
Em 1999, deu à estampa o livro «Quem Matou a Jugoslávia?», e, mais
recentemente, «A Política Externa da União Europeia».
Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade
do Minho, é professor universitário especialista em Estudos Europeus e
Política Externa.

4 comentários:

CARMO disse...

Gostei das ideias transmitidas de Africa e da Europa... que contraste! A 1.ª mexe com o coração; a 2.ª com o estomago...

Rita Dantas disse...

Uma nota pequenina, de importancia menor:o valter hugo mae assina-se em minúsculas...

PS: Obrigada por nos dares sempre o Porto. Uma delícia para matar saudades!

Anónimo disse...

Só uma nota: o Milan foi também jornalista em Portugal, estava n'O Primeiro de Janeiro quando comecei a trabalhar, há uma dúzia de anos.
Fil

Anónimo disse...

É sem dúvida um professor competente que imprime ritmo às suas aulas. Mais do que um professor, um conhecedor.