26 de abril de 2006

A Festa das Artes

Aos sábados, sete vezes por ano, acontece a festa das artes na rua de Miguel Bombarda. Vinte galerias inauguram mostras simultâneas de pintura, de desenho, de escultura, de fotografia ou de cerâmica, criando um momento de grande animação naquela rua.





Na origem da festa está um movimento que começou por ser espontâneo e mais tarde veio a ser concertado. Este movimento trouxe a maioria das galerias de arte do Porto para a Miguel Bombarda, permitindo-lhes usufruir do mesmo público e dos mesmos clientes, apesar de cada galeria ter a sua temática e os seus artistas. O público e a cidade também saem a ganhar com esta concentração de exposições.


Yes I am no I'm not, de Isabel Carvalho, na Galeria Quadrado Azul


Problemas de Escala, de Miguel Palma, na Galeria Graça Brandão


Meu Corpo Terra de Alberto Carneiro na Galeria Fernando Santos

Atrás das galerias, vieram outros espaços culturais e, entretanto, surgiram novas iniciativas. O Círculo Cultural Miguel Bombarda (CCMB), entidade que congrega os galeristas, ofereceu à Câmara Municipal do Porto, um projecto de reabilitação da parte poente da rua, da autoria do arquitecto Filipe Oliveira Dias e do artista plástico Ângelo de Sousa. O projecto intervém em duas ruas contíguas, as de Miguel Bombarda e da Boa Nova, dinamizando-as de formas distintas.


Projecto Casulo II, esculturas de João Pedro Rodrigues na Galeria Símbolo.

Enquanto aguarda pacientemente, há oito anos, pela boa vontade do município para execução da obra, o CCMB continua activo, como demonstra a animada abertura de vinte e sete exposições que decorreu no Sábado passado. A próxima festa das artes é já no mês de Maio.

18 comentários:

Giacomo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Giacomo disse...

Olá.
Impressionante como gosto cada vez mais da cidade do Porto. E só ao percorre-la através das fotos que vc posta no Blog, sinto-me meio idiota por não ter ido ao Porto quando fui a Portugal.
A Cidade Surpreende. Realmente.
Abs.//

cristina disse...

Uma cidade que nos surpreende a cada esquina, que nos completa que nos habita.
Assim como no caminho pela arte,
temos de partir à descoberta,
assim é esta cidade...
Temos de estar atentos há sempre muito para aproveitar,
mas só para os mais atentos,
os que procuram.

Carla Silva disse...

Devo dizer que estou fascinada com o seu blog - tem fotografias fantásticas. Nasci no Porto e ainda vivo não na cidade, mas no distrito e como tripeira de gema adoro a minha cidade. Tento visitar tudo que nela existe. Continue a deliciar-nos com as maravilhas da "Cidade Surpreendente"
Um abraço.

Sílvia Dias disse...

Adorei o Blog... as fotos são uma delicia! e sem pedir autorização vou linka-lo!

Miguel Girassol disse...

belo blog

rps disse...

Aí está algo que não conheço do Porto: a Festa das Artes.
Por Miguel Bombarda, em especial pela Rota do Chá, no Artes em Partes.
Ah! Já me esquecia: não vou muito em "instalações"

M A R I A N E disse...

Esse blog é de uma beleza incrível. Adoro poder passear por ele! Abraços brasileiros!! =0)

M disse...

...

cafajeste disse...

E o cinema Batalha?

Está impecável. Vale a pena visitar regularmente.

Anónimo disse...

murcon
Foi o que este disse daquele: "Masturbação intelectual"

Mendes Ferreira disse...

absoluto. magnifico. a enorme capacidade de esculturalizar o olhar!

david pontes disse...

Excelente blogue. É um prazer passear consigo.

Graça Martins disse...

Muitos parabéns. O seu blogue é duma sensibilidade extraordinária. Só agora o descobri quando procurava notícias das Artes em Miguel Bombarda. Tem um olhar muito especial de comunicar a beleza do Porto. é sempre bom descobrir blogues que apreciam a poesia, a arte, a música, a VIDA que existe numa cidade.
Continue sempre.
Graça Martins
Graça Martins

Bernardo Moura disse...

Deve concerteza conhecer a galeria "Espaço ilimitado" que faz parte do itenerário, mas já é na Rua de Cedofeita, na zona pedonal, que esteve uns tempos fechada mas reabriu.Se lhe interessar consulte o blog: http://espacoilimitado.blogspot.com

cinnamon girl disse...

Que saudades do café da Torrinha e das idas à Miguel Bombarda...Os fins de tarde em que as horas se transformavam apenas em minutos...que saudades da minha invicta

merdinhas disse...

Cidade surpreendente, de facto.

Suevo disse...

Já agora, esse projecto pretende cortar a rua miguel bombarda ao transito em e transforma-la só para peoes?

Tal ideia parece-me disparatada, cortar uma rua ao transito para se fazerem meia duzia de exposições ao ano não faz qualquer sentido.