15 de agosto de 2007

Fim de tarde de um fresco e estranho Agosto, no Molhe.







39 comentários:

Anónimo disse...

Um deserto!
As fotografias são de hoje? Acho que o vi a fotografar.
António Santos

Carlos Romao disse...

António Santos
É provável, as fotos foram tiradas hoje. A primeira às 19h10 e a última às 19h30.

filipelamas disse...

Que saudades de o ler e de ver as suas fotos!
Abraço.

hfm disse...

Pacificando-nos.

Cláudia disse...

Também por lá andei. As barracas vazias, húmidas, gemiam encostadas à Pérgola... Gosto de o "ver" nas fotografias e nas palavras sempre que o visito.

Descubro a cidade a pouco e pouco mas confesso que só depois de o espreitar aqui é que me surpreendo com algumas coisas. Tenho andado distraída... Obrigada pelos alertas das coisas fantásticas, dos recantos da cidade onde se escondem os cantos da memória.

AJO disse...

A cidade é mesmo surpreendente, mas as suas fotos são também elas surpreendentes. Vou adiciona-lo ao meu «cantinho» que fica em http://tracoseletras.blogspot.com/.

The Box disse...

um dia cinzento .
surpreendente .

HM disse...

Gosto da foto da areia molhada. Às outras, confesso, fico um pouco indiferente... É que a praia não faz as minhas delícias - talvez por estar obrigada a morar junto de uma quando o que eu queria era viver no meio da urbe (chamem-me doida à vontade, estou habituada).
Por esse motivo a Foz não me alicia nem um pouco, nem nunca aliciou, mesmo quando morava no Porto. Têm que haver gostos para tudo, suponho.

No entanto, a mestria de um fotógrafo sobressai precisamente quando consegue mostrar-nos lugares (ou objectos) de que não gostamos, e causar em nós uma exclamação de beleza. Como é o caso do Carlos.

Bem haja.

JRL disse...

Olá Carlos Romão,
Parece que o molhe vai iniciar a navegação nesse mar imenso... Bj

Anónimo disse...

...como só Tu....







_______________


absolutamente melancólico. e Belo.


beijo.


/piano.

L. disse...

Acho que conheço de uma tarde de bicicletas...
Um beijo grande.

Putty Cat disse...

Sim, sou suspeita. Muito suspeita!
Sou do Porto e orgulhosamente tripeira.

E estes cenários não me cansam, nunca.
É impossível não gostar desta Nostalgia do Molhe, que tão bem as tuas fotos retratam.

Deixo-te um beijo

jorge c. disse...

Aqui, longe, parece que lhe sinto o cheiro.
Muito obrigado, Carlos Romão! Não estava com grande vontade de voltar.

Lurdes disse...

O que eu gosto de passear por aqui!
Bom regresso!!! Todos ao molhe?!?!
Beijinhos

Ida disse...

Adoro a Foz do Porto. Especialmente esse molhe. Há tantas lembranças e tão cheias de emoçào que aumentam a dramaticidade do local que já é de uma beleza incrível. Obrigada por mais esta Carlos. Tás sempre de parabéns! é incrível o teu olhar e a tua precisão técnica. Mas não há sucesso técnico que não esteja permeado de alma.
Grande abraço.

Flash disse...

Esta pérgola, esta areia, este molhe...

Esta linda cidade e este IMENSO MAR.

Lindo, lindo, lindo.

(as usual)

Abraço

th disse...

Tenho uma foto minha, ao colo, nesta pérgola, há 70 anos, se conseguir scanear mando-te por mail.
Embora pouco cuidada, fotografei-a há dois anos, é de uma beleza delicada, final de século, talvez.
Não te tenho "sentido"...
Abraço, th

rps disse...

Não tenho lá ido...

Soares disse...

Como sempre aqui venho contemplar as suas excelentes fotos e textos.
Um abraço, do autor do livro "Um sorriso em Casa".

A.Soares

CARMO disse...

Parece que voltamos a ter um Verão como já há mais de 5 anos não tinhamos... frio!

fragmentos culturais disse...

Um final de tarde de Agosto estranhamente com luminosidade de Outono!

ariana luna disse...

Todos os dias de manhã inicio o meu dia como uma caminhada junto ao molhe. Sereno, tranquilo, energizante...

purita disse...

como só o Porto sabe ser...:)
o blog continua excelente, a reportagem da loja é espectacular!
nem sei como deixei de aqui passar!
até os hábitos se perdem não é, mas já nos conhecemos de outras paragens!:)

M.Silva disse...

tenho passado por aqui, vou gostando do que vejo, hoje tive um apetite de dizer algo sobre as praias do Porto,as fotos apresentadas são demolidoras para a nossa cidade, o verão , que não chega...traz o povo deprimido.vou andar por aqui.abraço.

Sombr|A|rredia disse...

Fotos de tirar a respiração :)))Uffaa

cdgabinete disse...

Que fotos fantásticas! Fiquei ainda com saudades dos fins de tarde no molhe!

Carla Sousa disse...

Mais do que das imagens, tenho saudade dos cheiros... mas pelo menos estas fotos trazem esses aromas, nem que seja por uns breves instantes.
Continuarei atenta a este cantinho que lembra o meu Porto! :)

Pistolero disse...

Mais uma vez um excelente trabalho, obrigado pelas suas fotografias.

Vieira Calado disse...

Belas imagens!
E eu que apenas fui ao Porto há
mais de 50 anos...
Tenho de lá voltar, um dia destes.

Ana Isabel disse...

Nascida e criada em Lisboa há já quase três décadas ainda só conhecia o Porto de passagem (literalmente)...este Verão decidi ir dar uma vista d'olhos com mais detalhe. Fui sozinha mas fui muito bem recebida e "orientada" por todas as pessoas com quem falei.Gente simpática é o melhor cartão de visita em qualquer parte do mundo.(A Casa da Música foi a minha única grande desilusão...)
Agora que já estou em casa novamente, deliciei-me ao visitar este blog:). Enquanto andava por Serralves um portuense recomendou-me vivamente esta visita virtual. PARABÉNS Sr. Carlos Romão! Quem dera houvesse mais blogs tão surpreendentes!

Carreira disse...

Não há sábado sem sol?
Não há praia sem sol!
Contudo, o mar e o areak mantêm sempre uma beleza inegualável.

José Eduardo disse...

Fim de tarde surpreendente! Magnífico! Abraço, Carlos Romão.

Camarada Choco disse...

Divulgação

Mais um Blog que se tornou um Livro!

Filme da apresentação disponível no YouTube em “Camarada Choco”

www.camaradachoco.blogspot.com
www.livrosnet.com

Passarinha disse...

mostra bemcomo é horrorosa a Foz...pfffffff

redordead disse...

Obrigada!
O seu blog alimenta a alma desta tripeira residente em Inglaterra.
Que saudades da minha Foz e das cores do meu Porto.

Dalaila disse...

A cor das barracas é a cor do sol de fim de tarde do POrto, único, como é único este canto.
Só falta mesmo uma imagem do farol da foz, que zumbe em noites de nevoeiro.

Anónimo disse...

Ó sinhor, ande lá! queremos um nobo poste!
Anónima, carago (e não anónimo, como diz o blogger sexista)

Papoila disse...

Sou uma fraca conhecedora dessa cidade ...
gostei de por aqui passar

BF

Basco disse...

Estas paisagens fazem me recordar os bons velhos tempos que por ali passei, no final da tarde ao por do sol.
parabens.
abraço.