8 de setembro de 2007

Mar chão



Navio que rumou a sudoeste alguns minutos após o ocaso de ontem, depois de ter zarpado de Leixões, desaparecendo no mar e na noite.

14 comentários:

pepa disse...

Tão só com maestria e a oportunidade se pode conseguir uma imagem excelente, como esta, que convida a uma profunda reflexão. Por diante um oceano imenso que dá medo e uma escuridão que faz estremecer. Só frases como a do Ramalho Ortigão ajudam a mitigar o momento: "...remar é dizer ao oceano: chega-te para lá que vai aqui um homem!". Ou a do Vasco da Gama aos seus marinheiros: "Não hajais medo, tremem de nós os mares!"
Esse oceano fonte de vida, de belezas e abismos, calmas e vendavais, dando o pão e a morte? Agora recordo um verso de Fernando Pessoa: "...Quanto do teu sal são lágrimas de Portugal..."

The Box disse...

Há muito tempo que não se via nada por aqui!
Uma boa foto!

Sophiamar disse...

Conheci este blogue através do Eu Sou Louco do António Castilho Dias e adorei. Estou interessada em fotografia e comecei a fazê-las para a net há poucos dias.
Voltarei.
Beijinhos

Hermes disse...

Ó Carlos Romão, V. é incorrigível, sempre que se resolve, sai cada obra, que eu digo, de ARTE!

Mande sempre e Obrigado.

rps disse...

Eu à espra de fotos dos aviões da Rede Bull Air Race e sai-me um barco!
Mas um belo barco e uma bela foto. Cheia de mistério.
Um abraço.

Carlos Romao disse...

RPS,
tenha paciência, espere sentado e conte com mais barcos, porque não estive na Red Bull Air Race - apesar de gostar imenso de avionetas.
Um abraço.

th disse...

Quando for grande quero saber fotografar assim...
abraço, th

Marito disse...

Saludos desde España y felicidades por el blog: sencillo, elegante y con buenas fotos.

Um abraço!

JRL disse...

Uma fotografia cheia de significados... Beijinho

lídia disse...

que luz! que maravilha de fotografia!

JOSÉ AGOSTINHO SOARES disse...

C Valente distinguiu-me com a Corrente da Amizade.
Como funciona:
"Cada pessoa escolhida indica mais dez com o objectivo de agradecer a gentileza que tiveram de compartilhar as suas artes, pensamentos e um pouco da sua vida. Depois de escolhido os participantes devemos fazer uma visitinha ao blog de cada um e deixar um comentário avisando da corrente."

Como os meus amigos sabem é impossível nomear todos mas todos estão presentes no meu pensamento, assim como representantes de todos nomeio-o


O blogue não deve ser um exercício solitário. A diversidade de opiniões e a partilha de espaços são enriquecedoras da nossa sensibilidade e do nosso conhecimento.

PBL disse...

Que dizer?
Bendito seja!

José Cavalheiro disse...

Imagem espectacular.
A mistura de cores é espantosa.
Ficabem

Anónimo disse...

O mar perdeu-se no tempo
Do ocaso...tão por acaso
Esparramou suave suas cores
Foi lento...

Desfazendo no horizonte
Seu jeito...
De trazer o céu ao chão
Nesse véu de ilusão, mar... chão

Simone Mancini Castilho