20 de abril de 2009

Expressão gestual



Nadir Afonso durante a conferência As Cidades no Homem, proferida na Escola de Arquitectura da Universidade do Minho, em Guimarães, onde, para além do mais, estiveram presentes duas características do pintor, a franqueza no trato e a expressividade dos gestos.

2 comentários:

Duarte disse...

Noto-lhe madeira de actor...!

Conheci algo da sua obra em 2004, na exposição do Museu do Chiado, numa das minhas incursões pela capital.

Agradeço a informação

Dalaila disse...

corpo que fala