27 de fevereiro de 2010

Como eu vi o temporal anunciado

As previsões para hoje prometiam, para a região do Porto, céu muito nublado e vento com rajadas que poderiam atingir os 130 km por hora. Quanto ao estado do mar deveríamos esperar ondas de sudoeste com 4 a 5 metros, aumentando temporariamente para 5 a 7 metros. O rio Douro tinha galgado as margens na Régua o que, como se sabe, é um indício de ameaça de cheia no Porto. O dia, afinal, apresentou-se-nos tempestuoso, típico de um Inverno tradicional a que temos vindo a desabituar-nos por razões que desconheço. Abaixo fica o registo deste Sábado, penúltimo dia do mês de Fevereiro do ano de 2010, tal como eu o vi.



13h51 - Marginal de Gaia


13h52 - Marginal de Gaia


14h52 - Afurada


15h03 - Afurada


15h05 - Afurada


15h26 - Avenida Vasco da Gama


17h00 - Rua de Sagres


17h16 - Praia dos Ingleses


17h55 - Avenida do Brasil


18h10 - Praça da Cidade de Salvador

7 comentários:

NãoSouEuéaOutra disse...

Uma tristeza!!! Não admira, depois de um enorme bloco de gelo desprender-se na antárctica, algo com o tamanho de Luxemburgo...

onde iremos nós parar!???

pbl disse...

Tive alguma pena de também não ter saído com a máquina...
Enfim...

José Augusto Macedo do Couto disse...

Mais uma Bela Reportagem.
Parabéns.

douro disse...

Belissima reportagem

Zaclis Veiga disse...

A cidade está cinza e, ainda assim, desperta saudade.

Duarte disse...

Mau tempo a embelezar o teu trabalho: excelente.
Um abraço

McBrain disse...

Dizer que fotos de destruição é algo bonito pode parecer paradoxal, mas são uma excelente reportagem de facto!