21 de junho de 2010

O maior aterro clandestino do país em Gondomar

O Estado Português constituiu o maior aterro clandestino do país em S. Pedro da Cova, Gondomar, onde depositou ilegalmente 320 000 toneladas de resíduos tóxicos provenientes da Siderurgia Nacional, que funcionou na Maia durante 24 anos sem licença. A investigação, levada a cabo pela incómoda TVI, descobriu que a operação foi organizada por uma empresa pública e um consórcio privado que entretanto desapareceu, o que, segundo aquela televisão, pode indiciar fraude fiscal, lavagem de dinheiro e corrupção de políticos eleitos e gestores públicos e privados.

A ver em O Estado do Crime, no Nortadas.

1 comentário: