27 de fevereiro de 2010

Como eu vi o temporal anunciado

As previsões para hoje prometiam, para a região do Porto, céu muito nublado e vento com rajadas que poderiam atingir os 130 km por hora. Quanto ao estado do mar deveríamos esperar ondas de sudoeste com 4 a 5 metros, aumentando temporariamente para 5 a 7 metros. O rio Douro tinha galgado as margens na Régua o que, como se sabe, é um indício de ameaça de cheia no Porto. O dia, afinal, apresentou-se-nos tempestuoso, típico de um Inverno tradicional a que temos vindo a desabituar-nos por razões que desconheço. Abaixo fica o registo deste Sábado, penúltimo dia do mês de Fevereiro do ano de 2010, tal como eu o vi.



13h51 - Marginal de Gaia


13h52 - Marginal de Gaia


14h52 - Afurada


15h03 - Afurada


15h05 - Afurada


15h26 - Avenida Vasco da Gama


17h00 - Rua de Sagres


17h16 - Praia dos Ingleses


17h55 - Avenida do Brasil


18h10 - Praça da Cidade de Salvador

13 de fevereiro de 2010

A Casa da Meia Distância



Para passarmos uma tarde descontraídos
hoje estamos com as mulheres nos quintais.
Ao mesmo céu alvadio há outros quintais contíguos
separados por muros que são pequenos. Há outros casais
nesses jardins pouco arborizados
e os filhos de todos brincam em piscinas azuis
insufláveis.
De pálpebras descidas àquela luz de verão
há quem não encontre o caminho que leva aos quintais
de um outro tempo, há quem preferisse não escutar os
elogios
às rosas, por serem outras, tão bonitas quanto as da
infância.
De pálpebras descidas àquela luz de verão
há quem não encontre caminho nenhum.
_________________________

A Casa da Meia Distância é o último livro de Daniel Maia-Pinto Rodrigues, autor de uma obra considerável que inclui poesia, romance e novela. O novo livro, depois da consagração dos dispersos na antologia Dióspiro, é um regresso, um retorno, ao poder das coisas pequenas. Quietas. Simples. Suspensas. A meia distância.

"Como se chama o lugar onde ficaram os nossos sonhos, quando nós tivemos que sair?"

Na foto estão Susana Guimarães, o autor e José Carlos Tinoco, durante a apresentação do livro no bar-café, livraria e galeria de arte Labirintho.

10 de fevereiro de 2010