17 de abril de 2015

A Rua das Flores

A antiga rua de Santa Catarina das Flores foi mandada abrir pelo Venturoso no início do século XVI. Com a transferência da Misericórdia, da Sé para aqui, e a construção de moradias quinhentistas de famílias abastadas da cidade, tornou-se na principal artéria da urbe, antes do Porto se expandir para fora da muralha medieval. Ao longo dos séculos tem conservado a faceta mercantil, de que são exemplo as lojas de ourives ainda ali existentes. A imagem documenta a rua após as obras recentes ali realizadas, sem o predador dos centros históricos das cidades que dá pelo nome de automóvel.

3 comentários:

João Menéres disse...

Que belo sítio para colocar o candeeiro !

Professor Pedro A. C. Teixeira disse...

Olá Carlos
Mesmo sendo redundante, vou repetir o que digo sempre de tuas fotos:
"Belíssimas".
Que rua cheia de beleza. O frio, a umidade, as pessoas caminhando entre lojas, rua estreita, mas que se alarga no sentimento dos que por ela tem o privilégio de caminhar, mesmo que seja a esmo de um lado para outro.
Um abraço, cá do frio que começa a fazer aqui no meu Estado do Rio Grande do Sul.
Prof. Pedro

Duarte disse...

Ficou bonita, mesmo molhada.
Quando por lá passei, a última vez, estava tudo levantado.
Abraços