19 de fevereiro de 2016

O Palácio do Conde de Vizela

aparece-nos aqui com o fulgor dos primeiros anos, após a limpeza recente da sujidade acumulada na fachada ao longo de decénios.

«Na urbanização das Carmelitas, que, realizada nos primeiros anos do século XX, ocupa a cerca do extinto Convento setecentista de S. José e Santa Teresa das Carmelitas Descalças, Diogo José Cabral (1864-1923), grande capitalista do norte do país e 1º Conde de Vizela, deixará um dos mais impressionantes edifícios da zona central portuense. Destinado a alojar os escritórios da Fábrica do Rio Vizela, algumas lojas comerciais e o Clube Portuense, o Palácio desenha um extenso e monumental quarteirão, erguido sobre um lote que o Conde detinha na totalidade, destacando-se, ainda hoje, como peça ímpar na malha urbana da cidade.»

Continue a ler no sítio da Fundação Marques da Silva.

9 de fevereiro de 2016

Daniel Eime

Largo de Artur Arcos, Miragaia.

O rosto de uma habitante da zona ribeirinha retratado por Daniel Eime. Para ver mais obras deste artista portuense com renome internacional, prima aqui.

5 de fevereiro de 2016