18 de março de 2005

Impressões de literatas, viandantes e memorialistas # 1



«Lisboa é um mostruário colorido e barroco de uma parte aventureira do nosso sangue. É, sobretudo, simultaneamente, um cais de embarque e desembarque da pressa que percorre o mundo. Cidade de muitas e desvairadas gentes, já lhe chamava o outro. Ora o Porto lembra-me antes uma séria e pacata citânia lusitana, murada da nossa altivez de cavadores. - Se de resto Garrett pode nascer do calor do seu coração, se António Nobre pode morar em paz dentro das suas portas, e se mesmo numa das suas cadeias pode ser escrito o Amor de Perdição, que demónio é preciso mais para honrar os pergaminhos de alguém?»

Miguel Torga

2 comentários:

su disse...

Olho estas fotografias e lembro-me da minha primeira visita ao Porto, cidade de que muito gosto. É bom encontrar um pequeno canto na blogosfera assim.

looking4good disse...

Excelente. Fotografias belíssimas e a divulgar a cidade do Porto, pela "blogosfera" fora, o que quer dizer por todo o mundo. Vou colocar um "link" no meu blog ( se é que não vê inconveniente...).
Nothingandall