4 de março de 2005

A Oficina que Virou Museu



Há quase dois anos a CP abriu ao público um espaço museológico em Lousado, Famalicão, que permanece pouco divulgado.
Ali se conta, de uma forma muito interessante, a história do caminho-de-ferro de via estreita à volta do Porto.
O museu está instalado nas antigas oficinas do Caminho-de-Ferro de Guimarães (1883-1927), que constituem hoje um ícone a considerar no âmbito da arqueologia industrial portuguesa.



O acervo ali exposto inclui quatro locomotivas a vapor, que encabeçam outros tantos comboios formados por tipologia, representando oito companhias ferroviárias.
Está lá também a mais antiga locomotiva de via estreita em Portugal, construída em Inglaterra em 1874, que convive com a carruagem posto-médico, onde se homenageia Egas Moniz, médico ferroviário, galardoado com o Nobel da Medicina em 1949.



Se a história do país nos últimos 150 anos não se escreve sem a presença do
caminho-de-ferro, o museu da CP, mesmo junto à estação de Lousado, é um espaço a não perder.

6 comentários:

Nuno disse...

Carlos, so' por curiosidade - que camera digital usas ?

Pedro disse...

e eu que trabalhei ali ao lado, durante tantos anos, e não sabia disto...

Carlos Romao disse...

Nuno
É um gosto responder-te.
Na fotografia utilizo três instrumentos: a câmara - uma Fuji S602 - o Adobe Photoshop como "laboratorio digital" e um princípio caro a Felix Nadar, um dos pais da fotografia, que de tão interiorizado já não sei citar de cor, mas que ele designava como "a interpretação do espírito da luz".
Aparece sempre e comenta.

Carlos Romao disse...

Pedro,
do Porto a Lousado são só 35 minutos de combóio e sai-se à porta do museu. :)

Dinada disse...

Achei delicioso este blog, por duas razões: sou uma 'alfacinha' apaixonada pelo Porto; sou uma apreciadora de belas fotos, sem pescar nada da arte de fotografar.

Vou voltar, clicando ali ao lado, nos meus favoritos.

:)

Dinada

Jorge Rego disse...

Então quer dizer que esta automotora está restaurada.
Deviam fazer o mesmo a outras tantas.
Obrigado pela imagem e informação. Jorge