12 de maio de 2005

Aliados - a memória futura

Como pode ser observado pelo percurso da Cidade Surpreendente, este não é um local de debate, de intervenção nem de polémica. Corresponde antes a uma visão pessoal, daquilo que a cidade tem de bom para nos oferecer e que, tantas vezes, no decorrer dos dias apressados passa despercebido.

As mensagens de correio electrónico que têm chegado à Cidade Surpreendente com sugestões para abordagem da desastrosa gestão municipal do Porto, não obterão aqui qualquer eco. O que não significa que o autor deste blogue ande a olhar para os passarinhos. Há outros sítios na web que cumprem de forma muito eficaz, o papel de dar voz aos cidadãos que não se revêem nas «empresas com alvará para exercer política» [leia-se: partidos políticos] - usando a feliz expressão de Carlos Magno, o jornalista.





A introdução acima vem a propósito das imagens de hoje, que têm como função o usufruto público de um cenário que, tudo indica, dentro em breve pertencerá à memória colectiva portuense.

Como tem sido noticiado, o conjunto monumental composto pela Avenida dos Aliados e pelas praças da Liberdade e do General Humberto Delgado, está a sofrer profundas alterações.





O que a remodelação em curso tem de mais visível, é o uso do granito no revestimento dos pavimentos, o desaparecimento da calçada portuguesa e a supressão dos espaços ajardinados.







Os passeios serão alargados e a placa central reduzida. No topo norte da avenida será construída uma fonte. A sul, a estátua de D. Pedro IV será rodada 180 graus.

Ficam aqui alguns aspectos actuais do centro cívico do Porto, para recordar no futuro, e a promessa de novas fotografias após a conclusão da actual intervenção.

35 comentários:

José Alexandre Ramos disse...

não costumo ser "velho do restelo" e aprecio as mudanças, quando elas são para melhor. as praças e a avenida já há muito que pediam uma "remodelação", mas sinto muito ter que perder a calçada de calcário com aqueles motivos e o espaço verde e florido que dá o encanto ao local. não conheço o projecto de requalificação, mas sei que vai existir uma estação de metro (?). Espero que não torne este espaço acizentado demais. é que inovação sim, mas sem exageros e sem que se perca a alma do que se inova.
a propósito, há cerca de cinquenta anos, o então Palácio de Cristal dava lugar ao "mamarracho" que já nos habituamos a ver. penso que foi um dos maiores crimes contra a cidade praticado nos últimos cem anos. de modo que, mudar, inovar, sim, mas com moderação, e para melhor.

zpl disse...

Gosto muito de fotografia, gosto muito do Porto, gosto muito de mudanças!Mas neste caso e noutras intervenções recentes, o Porto ficou mais pobre. Como é o caso da obra a que fazes referência, parece que mais uma vez, a cidade vai ficar a perder!!!abraços zpl.Parabéns pelo Blog!

amie disse...

tenho pena pela calçada portuguesa!

moon between golden stars disse...

Tenho sempre tantas saudadinhas dessa cidade fantástica... dessa avenida inesquecível por mais modificaçoes a que seja sujeita... um obrigada talvez fica mais uma vez :) pela lembrança...
Quanto á tua visita ao meu pqueno e simples mundo das estrelas... o teu comment foi dos mais profundos que tive até hoje :P

jinhus

Mendes Ferreira disse...

BOM DIABOMBOMDIA,como sempre eficazmenteBELO!!!!!!!!!!!!!!

adreciclarte disse...

Este teu blog é fantástico. Sou fotógrafo tb e estou de acordo contigo, nem quero acreditar que irão substituir aquela calçada tão bonita, cheia de desenhos mostrando o modo de vida de PT e do Porto. Dá muito mais luz e Arte ao nosso olhar qd caminhamos. Se escorrega que se lixe. E aquelas estrelas tão difíceis de encontrar lá pelo meio, conheces? São a assinatura dos calceteiros, estrelas perfeitas.Espero vivamente que essa medida cautelar já proposta ao IPAR vá em frente e que parem com este massacre na identidade portuense.
Espreita o http://adreciclarte.fotopages.com ou http://www.olhares.com/adreciclarte.
Um abraço e parabéns.

manueladlramos disse...

ATÉ QUE ENFIM, AMIGO CARLOS! Como não fazes links aqui ficam alguns:
Campo Aberto ;
E o cócó, senhores?.

Pelo menos este último, a que também poderia ter posto o apelativo título de A Menina Nua, deve atrair visitantes e comentários. Algo que leve as pessoas a sairem do aparente marasmo em que se encontram, a participarem e a comentarem outras coisas para além de "beijinhos" e "abraços" e que "lindinho".

(Dito isto... um abraço amigo e desculpa o desabafo,

moon between golden stars disse...

Não era para levares a mal o meu comment ao teu comment... afinal de contas um sorriso é sempre um sorriso... e então um sorriso com um piscar de olhos... hum... que doce que é...

jinhus grandes************

Carlos Romao disse...

Não levei a mal, foi só humor :)

Angela disse...

Gosto da mudança e vou ficar à espera, a ver no que dá isto tudo. Só não gosto mesmo nada é que destruam árvores. Isso não! Agora pedras, ou passeios, a ver vamos.

Mente Despenteada disse...

Sublime novamente, e como sempre. Sei que parecerá pobre não dizer mais, mas nenhuma outra palavra diria tanto como esta. Sublime. Até breve!

Mendes Ferreira disse...

poissóparadesejarbomfimdesemana
àmãoquetãobemgereoolhar.

Anónimo disse...

Adoro as nossas calcadas... E pena haver cada vez menos...

Enquanto ao resto da site... Continuo adorar... Pois mostras-me a minha cidade de uma maneira bestial!
Continua.

Carina

guevara disse...

Olá!
sempre pensei que estiveses ligado á arquitectura. Mas já vi que não.
Talvez por isso é que tenhas tanto interesse em mostrar, divulgar, o que o Porto tem de melhor.
Eu pelo contrario, e não só sobre o Porto, tenho necessidade de falar, mostrar e debater os assassínios arquitectónicos. E também vou falando de coisas boas...
Cumprimentos...

:)

guevara disse...

N sei o que pensar.
Portanto n sei o que opinar.
Hei-de ver qq coisa pa dizer.
QQ coisa, mas n asneiras!
Até breve

Miriam disse...

Moro no Porto. Adoro esta cidade. Talvez por isso, a respeito da questão da Calçada Portuguesa ser retirada da Avenida dos Aliados os meus argumentos sejam mais viscerais do que racionais. A verdade é que com a nova calçada nunca mais terá o mesmo encanto nem mesma identidade.
Terei pena, muita pena. E gostava que fosse encontrada outra solução. Mas também sei que no Porto, conseguirei sempre encontrar um pouco de mim, mesmo nas mudanças.
Porque a alma não se vê.

P.S.- Obrigada pelo blog. Esta fantástico. Posso fazer um link dele no meu?

guevara disse...

BEm, cá vai:
Sobre espaços verdes, é estritamente necessário eles existirem.
Não canteirinhos, sujos, desarrumados, fechados com linhas por causa das pombas.
Mas áreas generosas, com ricas flores de cores...
Quanto à calçada, não podemos olhar saudosos pra tudo aquilo que foi bom.
Porque nós também envelhecemos, e vamos fazendo 'pilings' e 'liftings',e pomos cremes, e tentamos renovar, mudar.
Além disso, a calçada Portuguesa é originária do Sul de Portugal.
O Norte sempre foi granito.
Há que manter as referências.
Bem, quanto ao desenho, acredito de olhos fechados no Siza Vieira e no Eduardo Souto Moura.
Não precisam de dar provas de nada.
E disse...

;)

C.S.A. disse...

Espreitem LISBOA, ó gentes, no ERATO:
http://souderato.blogspot.com/

Lino Gomes disse...

Não sei bem o que acho sobre as obras de requalificação na Avenida ... só sei que adoro aqueles metros ...
PS: sempre é verdade o hotel no Palácio das Cardosas? Acho uma excelente ideia

BlahBlahBlah disse...

A minha avó deve andar aos saltos no túmulo. Depois de terem transformado a Quinta em Turismo de Habitação agora só faltava a Casa transformada em Hotel! Livra!

BlahBlahBlah disse...

Já bem bastou terem roido aquele canto à casa para ali instalarem aquela farmácia de gosto duvidoso. Acho uma péssima ideia! Mesmo.

Ideiafixe disse...

Bela visão...
Já não vou à baixa há algum tempo... ou quando vou nunca é a pé...
Como deve estar diferente...

o Fotofixe continua a dar relevo à nossa cidade!...

Obrigado pelas visitas.

Beatriz Abrantes disse...

Ola, amigo Carlos, vim espreitar e ver se ja havias publicado as fotos do teu fds, rsss
Bjos direito de São Paulo= Brasil

Nocturnus disse...

Muitos parabéns pelo blog!

Ainda não vi tudo mas é deveras espectacular.

As fotografias são excelentes.

Abraço e boa continuação

Mendes Ferreira disse...

ei ilustre artista da luz, já não se visita nem diz olá aos pobres cá de baixo da capital? bjo. BFS.

JFS disse...

Fotos fantásticas sobre o Porto. Já era tempo do Porto ter um blogue assim. Onde posso encontar fotos antigas (anos 40 e 50) do Porto, que recordo da minha infância?
Obrigado.

O meu blogue (1ª experiência):
http://www.fotografiaexadres.blogspot.com

Macedo do Couto disse...

Tenho pena de só hoje ter aqui chegado...

Mas, como se diz no ditado, "mais vale tarde do que nunca".

Os meus Parabéns por este excelentíssimo lugar sobre uma das mais belas Cidades do Mundo.

Invictos Cumprimentos do
Macedo do Couto
Porto

Nancy Brown disse...

Parabéns pela sua dedicação à cidade do Porto. Tem aqui um excelente retrato da cidade.

Jaime disse...

Graças ao "Abrupto" cheguei a este blogue.
Sou um "mouro" que conhece mal o Porto, e nunca viu a cidade como aqui é mostrada.

Vou passar a ter outros olhos da próxima vez que for ao Porto.

Kraak/Peixinho disse...

... sem palavras. Este blog deveria ser visto cada vez mais pelas gentes do sul, para tirarem de vez da cabeça o tabu em relação ao Porto.
Lembro-me de umas fotos de jovem adolescente, tiradas com a minha mãe, que devo ter guardadas não sei bem onde, pelos Aliados acima...
Saudades.
Um abraço

Ricardo disse...

Viva,

Só descobri o blogue recentemente. Não compreendo como me passou despercebido porque tem fotografias fenomenais da cidade do Porto.

Sei que é um lugar comum mas não resisto em te dar os parabéns pelo excelente blogue e pela qualidade das fotografias.

Abraço,

paulo espinha disse...

é oo primeiro comentário que registo no presente blog. antes demais parabéns e felicidades para o blog. relativamente ao caso da praça, afigura-se-me pertinente notar o seguinte: porque será que os nossos governantes, e todos sem excepção, gastam elevados recursos em obras de regime nas principais praças de cada cidade, esquecendo sempre os espaços marginais? é para deixar as suas marcas egocêntricas para a posteridade? aqui é a praça. em lisboa é o terreiro do paço. etc... durante quanto mais tempo vamos deixar que estes egoístas esqueçam a funçã: preservar património para as gerações vindouras e melhorar a fruição usufrutuária da urbe pelos que hoje a usam e ajudam a moldar?

Karin disse...

parabéns pelas fotos fantásticas e pela devoção à cidade do Porto. É realmente surpreendente.

Kraak/Peixinho disse...

Paulo Espinha: bem visto, sim senhor. Toda a razão!

Carlos Romão: Um abraço e obrigado pelo e-mail.

Zé Ninguém disse...

Eu passei a minha infância na Avenida dos Aliados, sentei-me naqueles bancos a dar de comer aos pombos, espantada por não fugirem como quando corria por entre eles... e a mim dói-me muito o que lá se está a fazer. Não me interessa se o nome é Siza Vieira ou Zé Ninguém. Para mim esse senhor perdeu boa parte do respeito que lhe seria devido, com esta megalomania e este desrespeito pelos portuenses, atropelando uma das nossas zonas mais nobres em nome do... progresso. Não me venham dizer que o progresso não é compatível com a calçada, ou com os "canteiros e canteirinhos", que esse senhor depreciativamente referiu numa entrevista...
R.I.P., Avenida nossa.