28 de junho de 2011

Viagem pelo S. João no Porto

Deixemo-nos levar pela mão de Germano Silva e percorramos alguns bairros tradicionais da cidade, onde há séculos se comemora o S. João. Ouçamo-lo falar das orvalhadas entendidas como a saliva fértil dos deuses, em Cedofeita; dos três são joões que se comemoraram durante a revolução liberal, o da Lapa, que era cartista, o de Cedofeita, miguelista, e o do Bonfim, que foi republicano; do manjerico ligado aos amores, à fraternidade e à amizade, e do alho-porro como protecção contra o mau-olhado. Percorramos ainda os Caldeireiros, onde o autor se detém diante da Confraria de Nossa Senhora da Silva, prossigamos pelo Bairro Herculano até às rusgas na Alameda das Fontainhas. Ouçamos a referência feita há seiscentos anos por Fernão Lopes às festas são-joaninas portuenses e divirtamo-nos, por fim, com a Porto Lazer, a empresa municipal que este ano comemorou o 1º centenário da grande festa tripeira com, no mínimo, 500 anos de atraso.

8 comentários:

Duarte disse...

Tenho algum livro do senhor Germano Silva: um grande conhecedor da nossa terra. Leva-nos da mão pelos caminhos da verdade numa exposição rigorosa.
Uma boa iniciativa.
Parabéns.
Abraços

Aurora disse...

Admiram-se? A Porto Lazer é uma extensão da JSD na CM Porto.

mfc disse...

É fundamental conhecer a História e apercebermo-nos desde é que as diferentes opções remontam.

Teófilo M. disse...

Ler o Germano é uma obrigação para quem gosta do Porto e da sua história. Pena é que este homem a quem tanto o Porto deve não tenha assento obrigatório num canal televisivo.

Jorge Portojo disse...

O Sr. Rui Rio e a sua camaradagem criaram um slogam muito triste. Mas porque não dizerem que os 100 anos do S. João se deve à iniciativa do J.N. que há 100 anos promoveu um manifesto para que fosse criado feriado municipal uma festa que já vinha - como diz o Prof. Germano Silva - de há séculos ?
A resposta é simples: O J.N. foi muitas vezes contra as ideias da Presidencia da nossa Câmara.

Jorge Portojo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
meirelesportuense disse...

O Porto gosta do Rui Rio, como os Portugueses gostam do Cavaco Silva, são fotocópias do seu "saudoso" Salazar...

ssru disse...

caro Carlos, aqui tivemos a mesma visão do assunto e fizemos um artigo sobre o tema com poucas horas de distância. palavras simples e suficientes para se perceber aquilo que é importante. o resto é ignorância irresponsável.
caro Teófilo, o Germano diz o que pensa e suporta o que diz com muito estudo, normalmente sem 'lubrificantes', o que faz dele uma pessoa menos apreciada pelas elites.