30 de janeiro de 2012

Luz e Sombra na Paisagem Urbana - I

A Praça do Infante


Luz e Sombra na Paisagem Urbana é o título de um conjunto de fotografias analógicas tiradas em Janeiro de 2002, de que publicarei aqui alguns exemplares. O objectivo de então foi captar a luz da cidade em dias límpidos, contrariando o mito que diz ser o Porto uma cidade escura, imersa em nevoeiro. Nada a provar, apenas um exercício. As neblinas portuenses, vindas do Atlântico, são uma realidade celebrada na literatura, na pintura e na música, que dá lugar a dias de sol, como os que têm decorrido agora, passados 10 anos, em Janeiro de 2012.
Na imagem de hoje está a Praça do Infante, com o monumento da autoria de Tomás Costa, inaugurado em 1900, ”vítima” de uma intervenção artística da Porto 2001 que, no final daquele ano, vestiu onze estátuas da cidade.

4 comentários:

João Menéres disse...

Agora estou a ver porquedizem certas coisas do Infante...

LOL.

Carlos Romao disse...

:)
Há 500 anos era complicado, mas como ele era príncipe...

mfc disse...

Este ângulo favorece a beleza da Praça.

AM disse...

Já não me lembrava desta intervenção curiosa. Bela fotografia.