24 de setembro de 2012

Gigantes em Leixões


Os navios de cruzeiros que, cada vez com maior regularidade, visitam Leixões, deixam-nos perplexos pelas dimensões extraordinárias que ostentam. Junto deles os Titãs que outrora foram grandes (as gruas movidas a vapor que trabalharam na construção do porto e por lá permanecem), parecem diminutos, os molhes apresentam-se reduzidos, os depósitos que acolhem o crude trazido por petroleiros, pequenos, e os outros barcos perderam a grandeza. São elementos novos na paisagem da região do Porto, estes gigantes dos mares que, espera-se, tenham vindo para ficar.

6 comentários:

margarida disse...

encolhemos, ou será que nunca fomos de tamanho?
ouço-os, o som surdo, saboroso, alertando para a partida breve; ouço-os, a par dos aviões que ora sobem, ora descem, levando e trazendo sorrisos e descobertas.
é muito bom estar perto de tanta vida.
assim seja, por muito tempo.
e bom.

Duarte disse...

Vai se bom para a zona. Ainda que surjam contratempos sempre será positivo...
Abrazos

Ana disse...

Excelentes fotos !

Dâmaso Faria disse...

Os golias rumo todos a Leixões!
http://damasofaria34.blogspot.pt/

João Menéres disse...

Que boa imagem, Carlos !

Um abraço.

C.C. disse...

Vistos da janela da minha cozinha, não se lhes compara a grandiosidade que estas fotos lhes dão .
Imagens maravilhosas!