25 de novembro de 2008

Cores e texturas do Outono #4

Em Ervedosa do Douro, S. João da Pesqueira



9 comentários:

Freddy disse...

Já por lá passei qdo desci o rio de canoa... Bonito!

Teófilo M. disse...

Está mais bonito do que há três semanas atrás. Ou será que as tuas lentes são melhores que os meus olhos?

Carlos Romao disse...

Teófilo,
não é das lentes, é das três semanas que passaram.

Kiamy disse...

Sobre o Douro, Miguel Torga escreveu:

«Um poema geológico. A beleza absoluta.»

Está tudo dito.
A foto é perfeita, como sempre!

Um abraço

Duarte disse...

Excelentes matizes os que nos dão as terras do Douro, e as tuas artes. São as cores outonais!

João disse...

Para este comentário sou suspeito (as minhas raízes são Durienses), mas mostraste bem a beleza sazonal da zona mais bonita deste país.

Donagata disse...

Sou tão suspeita quanto o comentador anterior. Embora transmontana tenho raízes durienses.

Contudo, devo dizer-te que nunca vi o Douro tão fulgurante.
Até me ajudou a reconciliar um pouco com o Outono. Estas cores...

th disse...

A paleta é admirável...lembro-me de ter encontrado estes matizes para os lados do Gerês há uns anos atrás.
Invejo-te...posso?lol Beijo, theodora

disse...

Fantástica foto, parabéns. Descobri hoje este recanto e vou voltar.