17 de outubro de 2005

Bruma

15 comentários:

Pedro Estácio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Estácio disse...

Grande Carlos!

Surpreendentemente FANTÁSTICO!!! ou ...
Fantásticamente SURPREENDENTE!!!

:)


Abrç,
Pedro Estácio

Ernesto disse...

o nevoeiro tapa o queijo de pedra.
as ondas cobrem o barco de ferrugem.


e tal.

Mendes Ferreira disse...

a enorme bruma de um olhar. .especial. especialíssimo.bjo.

lazuli disse...

gosto tanto de te ver, nos olhos que olham essa cidade.

Malae disse...

Que saudades dos passeios à beira-mar nesses dias de nevoeiro=)

A tua máquina tem o condão de capturar a beleza numa fracção de segundos! Simplesmente perfeito!

Malae*******************

Milocas disse...

...fronteiras... :)

CARMO disse...

Há poucos dias, no meu dia de aniversário, 7 de Outubro, tirei uma fotografia muito idêntica.
Este é o ambiente típico do Porto.

noasfalto disse...

Esta fotografia trouxe com ela a saudade.

Francisco del Mundo disse...

Esta luz que é tão portuense... Só a reencontrei vagamente em Génova...
Abraço

Lino Gomes disse...

é uma das muitas (e mais) características marcas da cidade :)

monica disse...

ah, o nosso Porto, imperfeito

amie disse...

tem aparecido um nevoeiro bom...:)gosto!

Kraak/Peixinho disse...

Que bela foto, Carlos! Lá está, mais uma luz mágica do Porto :)

Hugzz

Funes, o memorioso disse...

... e de repente, ponho-me a olhar demoradamente esta fotografia, à espera de ver dela sair el-rei D. Sebastião.