18 de outubro de 2005

O Libertador

19 comentários:

Ernesto disse...

é o maior.
mai nada.

Teófilo M. disse...

fim de tarde?

Anónimo disse...

Carlos,

Por mero acaso encontrei teu Blog....acredita que fiquei arrepiado com a intensidade das fotos?..graficamente excelente.

Adoro a nossa cidade.

Muitos parabéns
Ganhas-te visitante frequente. Continua

Octávio

th disse...

Carlos:
e esta luz? foi encomendada por expert.
Um abraço, maravilhada, th

Pedro Estácio disse...

Que grande praça... numa grande avenida!

Viva a Liberdade!... e os Aliados tb!

Abrç,
Pedro Estácio

AM disse...

Já publicado por mim, noutros lados
Acho que aqui vem a propósito:

"60 Mil Contos ou 120 mil contos?
Ou, ?como poupar umas massas?

Não foi muito comentada (que eu visse) nem em Blogs nem na comunicação social, a informação, prestada por um interveniente na recente Reunião Pública ?Em Defesa dos Aliados?, de que a operação de rodar 180º a estátua do D. Pedro, custaria a módica quantia de 60 Mil Contos!!! (assim mesmo contos à moda antiga)

Parece-me muito dinheiro, pelo que muito gostaria de ver alguém a confirmar ou desmentir esta informação.
No entanto, nem que fossem ?apenas? 6 Mil, ainda me parecia caro.
Mas, por enquanto, vamos lá elaborar com base nos tais 60 Mil Contos, pois parece-me que a situação carece de análise, por simbólica.

Começo então por questionar:
Alguém acha que vale a pena gastar 60 Mil Contos para virar a estátua para o Norte?
Alguém acha que é uma prioridade para a Cidade gastar 60 Mil Contos a virar a estátua para o Norte?
Alguém acha que é por causa de permitir um melhor enquadramento ao acesso à estação do Metro que se vai gastar 60 Mil Contos a virar a estátua para o Norte?
Alguém acha que é a altura correcta, dada a necessidade de conter a despesa pública, para gastar 60 Mil Contos a virar a estátua para o Norte?
Mas, admitamos como provável que não serão consideradas as objecções dos ?profissionais do contra?, e lá se gastam os tais 60 Mil Contos e se vira a estátua para o Norte.
É provável que, passado algum tempo, apareça alguém que, por considerações históricas ou estéticas, entenda que, afinal, se deve voltar a virar a estátua para o Sul.
Dependendo do seu poder, de persuasão ou outro, pode ser até que a ideia tenha pernas para andar.E, considerando os antecedentes históricos, até me parece um cenário muito plausível.Então, seguindo este raciocínio, é provável que, dentro de algum tempo, se esteja a ponderar a despesa de mais 60 Mil Contos (actualizados) para se tornar a virar a estátua para Sul.
Então é provável que, em vez de 60 Mil Contos, estejamos na realidade a falar de um valor previsto de 120 Mil Contos, para virar a estátua para Norte e, passado algum tempo, tornar a virá-la para Sul.

Por isso cá vai a minha proposta:

FAÇA-SE TUDO DE UMA VEZ

Ou seja, aproveitando a presença dos equipamentos e dos operários, se rode a estátua 180º para Norte e, logo de seguida, aproveitando as sinergias, se rode outros 180º, ficando assim, definitivamente a estátua virada para Sul.

Estou convencido que, se bem negociada, esta solução permitiria poupar um valor significativo, à CMP, ao Metro do Porto ou sei lá, a quem vai pagar esta operação, e que, em vez de 120 Mil Contos, se poderia fazer o serviço por apenas 100 Mil Contos ou até menos, com a vantagem de se causar um menor transtorno ao trânsito de viaturas e peões, dada a operação, no seu total, ser realizada de uma só vez.

Obviamente que, apesar de menores, continuaria a haver lugar a honorários de valor significativo, e até, quem sabe, talvez ainda dê para umas prendazinhas, pelo que, nem projectistas nem decisores sairiam muito penalizados.

Esta minha proposta parte do pressuposto que o tal valor de 60 Mil Contos para dar ?meia volta? à estátua é o correcto (novamente solicito confirmação ou desmentido) e, tem apenas como objectivo, permitir alguma poupança de recursos ao erário público (?) e de transtornos à população.

Naturalmente admito que possam haver outras ideias que, quem sabe, produzam o mesmo efeito final com custos ainda inferiores.
São sempre bem vindas.

Melhores cumprimentos
António Moreira"

Carlos Romao disse...

Caro António Moreira
Como poderá imaginar, eu não posso confirmar nem desmentir o custo da rotação da estátua de D. Pedro IV para Norte. O que lhe posso dizer é que depois de ter lido o seu texto, e acedendo à abertura que deixou para outras ideias, me surgiu uma proposta alternativa. Colocá-la num rodízio que giraria noventa graus todas as sextas-feiras, contemplando assim dois dos pontos cardeais em falta, o leste e o oeste. Esta seria, quanto a mim, uma solução para todos os gostos, como nos restaurantes.

lazuli disse...

altooooooooo..tenho que ver melhor. Já venho.
Se fosse comentar de cada vez que cá venho, terias que alugar um anexo..

manueladlramos disse...

Para os interessados: "...por que razão a estátua do famoso cavalo real tem de estar de costas para a Avenida..." nos ALIADOS (decidamente entregues à bicharada)!
(Abraço Carlos Romão!)

Lino Gomes disse...

A cidade esteve sempre do lado certo da história! E, já agora, faz muita diferença que ele olhe para a Avenida em vez de olhar para o Palácio das Cardosas?!

Suzy disse...

Fotografia belíssima de uma das figuras importantes da nossa história!

Bjs!

Susy

noasfalto disse...

Ainda não perceberam que ele está a olhar para os infiéis?

Anónimo disse...

Ó tripeiros: esporeiem o cavalo e ele que fuja do Porto com o seu cavaleiro...!A cidade "invicta" já não o merece e coloquem em seu lugar outra !
Sugestões: o "Rei vai nu" ou então "Robin e o amigo" de moto e side car. Ah!Ah!Ah!

manueladlramos disse...

Já agora mais este apontamento sobre a estátua de D. Pedro IV na Praça da Liberdade: vale a pena ver como a Praça há um século e ficar a saber quando e porque foi lá colocado esse Monumento.

rps disse...

Não vou comentar a foto para não me tornar repetitivo.

Sobre a posição da estátua, acho natural que, procedendo-se a uma remodelação do espaço, ela possa ficar noutra posição.

Levantam-se muitas vozes contra a remodelação, como se aquilo que lá está tivesse nascido assim.

Para fazerem aquilo que lá está, da Cardosas à Trindade, destruiu-se muita coisa sem critério.

O importante é que a estátua fique. O resto...

Duarte disse...

Consta-se que querem virar a estátua equestre ao contrário.Para que será?

Malae disse...

Não há como fugir às palavras quando te visito! E elas soam sempre ao mesmo. A beleza do que os teus olhos transmitem... o momento que a tua máquina capta! A simbiose perfeita!

E porquê mudar a Estátua?

Beijinhos grandes.
Malae**************

Funes, o memorioso disse...

Dois comentários:

1- Todas as estátuas equestres da cidade do Porto estão voltadas a SUL (a última a ser instalada julgo que terá sido a do Vímara Peres, junto à Sé). Isso ficará talvez a dever-se ao facto de ter sido esse o sentido da reconquista cristã que fundou a nacionalidade e lhe deu os traços perenes. Uma estátua equestre virada a Norte transmitiria mais a ideia de um cavaleiro em fuga, do que a de um herói celebrado no bronze.

2- Eu não sei se o amigo Carlos Romão o fez por inconsciência ou se o fez de propósito, para criar um incidente diplomático com a Venezuela. A verdade é que a estátua que ele intitula de "O Libertador" não é de Simon Bolívar e, portanto, a ideia só pode ser a de desafiar o povo venezuelano. Se o piloto do avião arrestado faz hoje precisamente um ano for condenado, já sabemos de quem é a culpa. É do senhor Carlos Romão.

AM disse...

Caro Carlos Romão

Acho excelente a ideia do pedestal rotativo :-)

Caro Lino Gomes

"...faz muita diferença que ele olhe para a Avenida em vez de olhar para o Palácio das Cardosas?! "

Tirando todas as restantes razões fundamentalmente de cariz simbólico (e naturalmente sujeitas a debate) acho que gastar 60 MIL CONTOS no acto faz alguma diferença, nem que seja apenas e também simbólica.
Eu sei que para quem gere milhões, para quem aceita que se gastem milhões numa obra desnecessária e apenas ostentatória, provavelmente a tornar ainda pior o que já é mau, 60 MIL CONTOS possa não ser muito dinheiro, e, por isso, talvez não lhe faça assim grande diferença...

Para mim (talvez para muitos outros caso o venham a saber)gastar 60 MIL CONTOS a girar a estátua, FAZ MUITA DIFERENÇA, SIM SENHOR.

AMNM