12 de abril de 2005

Desafogo



A estátua de D. António Ferreira Gomes, apelidada de «Batman» pelos residentes mais jovens da freguesia da Vitória, devido à capa esvoaçante que enverga, foi mudada para um local mais visível, na Praça de Lisboa.

O antigo Bispo do Porto bem merece que lhe honrem a memória num local desafogado.

« (...) D. António Ferreira Gomes foi um defensor determinado e consistente de um modelo de relações baseado na separação entre Igreja e Estado. Uma separação assente na delimitação das esferas de competências e no respeito mútuo, sem prejuízo dos ideais que a Igreja Católica entenda dever manifestar e dar público testemunho.
Não era fácil - e não foi fácil - a um homem da Igreja defender essa linha de independência entre a Igreja e o Estado, sobretudo num tempo em que a tendência para a instrumentalização recíproca era muito forte.
A coragem com que se bateu pelas suas convicções valeu-lhe, como se sabe, o afastamento compulsivo da sua diocese em 1959 e uma longa permanência no estrangeiro.
Durante 10 anos o regresso a Portugal foi-lhe negado, de forma arbitrária e injusta.»

2 comentários:

amie disse...

Sinceramente o que eu acho é que ele precisava de uma estátua nova!Até pode ser que algo me esteja a escapar (esteticamente falando, claro!)!Até confirmar com alguém, durante algum tempo pensei que ele fosse anão!Batman?:)

kiko disse...

Comentário ao comentário de Amie: fa-bu-lo-so!!! lol