1 de abril de 2005

Resistir ao vento, ao rigor da invernia



aqui tinha feito uma tentativa de ilustração de um poema de Eugénio de Andrade referente a um lugar concreto, o Passeio Alegre, com uma fotografia tirada da porta da casa do poeta. Sem pretensiosismo, vale o que vale: o prazer que me dá elaborar uma imagem, com um poema em mente.

«O Lugar da Casa» constitui mais uma referência, na poesia de Eugénio, ao local em que o poeta vive.
_____________________________

O Lugar da Casa

Uma casa que nem fosse um areal
deserto; que nem casa fosse;
só um lugar
onde o lume foi aceso, e à sua roda
se sentou a alegria; e aqueceu
as mãos; e partiu porque tinha
um destino; coisa simples
e pouca, mas destino:
crescer como árvore, resistir
ao vento, ao rigor da invernia,
e certa manhã sentir os passos
de abril
ou, quem sabe?, a floração
dos ramos, que pareciam
secos, e de novo estremecem
com o repentino canto da cotovia.

Eugénio de Andrade

10 comentários:

Carriço disse...

Belo o poema... e não menos bela a fotografia!
(bastava ser do Porto!)

Saudações

Ideiafixe disse...

Boas Carlos!
Obrigado pela visita no Ideiafixe...
... pois é verdade... ideias há... e fotos também... blog também (deve estar a fazer 2 meses... não tem é ainda conteúdo!)...
Qualquer dia! ;)

L. disse...

Parabéns pela escolha poética e pela fotografia. O Porto é especial, de facto.
Depois do desalento de ontem, e da má vontade com que anda o Blogger,hoje a edição não está nada má, muito pelo contrário.

amie disse...

Sem querer estragar a poesia, que está lindissima por sinal, deixava a sugestão de ir ao mini-golf que se situa num dos extremos do Passeio Alegre!Passei no outro dia por lá e recordei as tardes de chavala que ali passei!E o preço parece-me que não sofreu a pressão do euro, penso que 0,75? por pessoa!

tld disse...

Excelentes fotografias...há várias publicações sobre a cidade do Porto que não conseguem atingir um nível tão bom.
Já agora, que não está a publicar nada "para turista ver", que tal uma série sobre o lado mais escuro, granítico, sujo e rude da cidade invicta?
Parabéns.

Silvenius disse...

Obrigado pelo Porto que nos dá aqui. E corroboro a sugestão de TLD!

sombr|A|rredia disse...

....Se há algo comum?
Há,pra já,há:
ambos amamos esta cidade
;)

Marta disse...

Olá.

Passei por aqui vinda de outros tantos blogs que se vão encadeando uma a um.

Gostei mto do que aqui li e do que aqui vi. Não sei se era o pretendido, mas achei o teu blog com mta classe.

Parabéns. Ando para conhecer com "olhos de gente" essa "cidade surpreendente" e cheia de encantos.

Um abraço,
Marta

beatriz Abrantes disse...

Penetrante, lindo, sensivel....alguns dos adjetivos que posso dizer do teu flog. Carlos vim visitar meu flog preferido, dizer-te que preparo já algumas fotos de São Paulo para que as pessoas conhçam melhor esta cidade; e desejar-te uma ótima semana!!!!
Abraços de São Paulo - Brasil
Beatriz

Francis C. Afonso disse...

A tranquilade da fotografia está ao nível do poema.